Carregando...
 
Imprimir

Minicursos

Título: EPOSMote, A Internet das Coisas e os Sistemas Ciber-físicos
Autores: Antonio Augusto Fröhlich e Arliones Hoeller Jr.

RESUMO: A Internet das Coisas é um dos elementos centrais da Computação Ubíqua A Internet das Coisas é um dos elementos centrais da Computação Ubíqua e dos Ambientes Inteligentes e tem sido foco de intensa pesquisa. O potencial de serviços em torno da temática vem sendo demonstrado por inúmeros projetos e também começa a despertar interesse de importantes setores da economia. Contudo, a maioria das demonstrações práticas de IoT apresentadas até o momento faz uso de tecnologias desenvolvidas para PCs e SmartPhones. Pressupor que cada objeto conectado à Internet implementará a pilha de protocolos TCP/IP com base nas mesmas premissas de um PC é certamente um equívoco, principalmente se considerarmos aspectos como consumo de energia, tamanho e custo. Ademais, o próprio protocolo IP, força motriz da revolução tecnológica que vivemos, parece ter atingido seu limite quando se fala em IoT, uma vez que não contempla referencias de tempo e espaço que são fundamentais para a tecnologia emergente. O Projeto EPOSMote, desenvolvido pelo LISHA, disponibiliza uma plataforma livre de hardware e software para pesquisas em IoT e pretende demonstrar alternativas tecnológicas ao legado de nossos PCs. A arquitetura dos motes foi concebida de forma modular, com componentes intercambiáveis de processamento (atualmente AVR8 e ARM7), comunicação (atualmente CC1000, ZigBee e PLC), I/O (diversos tipos de sensores, leds, botões, USB, serial e J-Tag) e energia (atualmente bateria e USB) que podem ser facilmente ajustados a aplicações específicas seguindo a filosofia de Application-driven Embedded System Design (ADESD). Esta palestra apresenta o projeto, seu contexto em IoT, aplicações atualmente em desenvolvimento e resultados recentes de pequisa em torno de alternativas aos protocolos clássicos da família TCP/IP.

MINIBIOGRAFIAS:

ANTONIO AUGUSTO FRÖHLICH possui doutorado em Engenharia de Computação pela Universidade Técnica de Berlim, Alemanha, e é atualmente Professor Associado de Sistemas Operacionais na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Desde 2001, coordena o Laboratório de Integração de Software e Hardware (LISHA), referência nacional em pesquisa e desenvolvimento na área de sistemas embarcados, incluindo hardware, sistemas operacionais, comunicação e gerenciamento de energia. As principais contribuições da pesquisa nestes temas vem sendo aplicadas em diversos setores de TIC, incluindo TV digital, telecomunicações, sensoriamento remoto e automação industrial. Dr. Fröhlich é membro da ACM (senior), da IEEE, da SBC e recentemente liderou projetos de hardware livre para terminais de acesso de TV digital, rádio cognitivo e sensoriamento remoto.

ARLIONES HOELLER Jr. possui mestrado (2007) e bacharelado (2004) em Ciências da Computação, ambos pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), e está cursando doutorado em Engenharia de Automação e Sistemas, também na UFSC. Atualmente coordena a equipe do projeto EPOS Mote no Laboratório de Integração Software/Hardware (LISHA) da UFSC. Tem experiência em sistemas operacionais, redes industriais, sistemas de tempo-real e gerenciamento do consumo de energia, com especial foco em sistemas embarcados.


Título: Virtualização de Sistemas Embarcados: Conceitos, Dificuldades e Desafios
Autores: Fabiano Hessel e Alexandra Aguiar

RESUMO: A palestra irá começar com uma visão geral sobre as tendências em virtualização de sistemas embarcados, incluindo seu uso atual e o impacto na qualidade do projeto de software embarcado. Em seguida, será apresentada uma revisão sobre alguns casos de uso de virtualização em computação de propósito geral, bem como as similaridades e as diferenças quando comparada ao uso em sistemas embarcados. A palestra também irá abordar as técnicas de hardware e software que permitem a utilização da virtualização no contexto de sistemas embarcados, juntamente com casos de uso atuais implementados. A palestra se encerrará com a apresentação de desafios de projeto e tendências para virtualização em sistemas embarcados, juntamente com uma discussão de como a virtualização pode permitir o desenvolvimento de dispositivos novos e inovadores.

MINIBIOGRAFIA: Fabiano Hessel é Professor Adjunto do Curso de Ciência da Computação da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS), Brasil. Ele recebeu o título de doutor (PhD) em Ciência da Computação pela Université Joseph-Fourier, TIMA laboratory, França (2000). Professor Hessel é membro da IEEE e da Sociedade Brasileira de Computação (SBC). Ele lidera o Grupo de Sistemas Embarcados (GSE) e foi Editor Associado da ACM Transactions on Embedded Computer Systems (TECS) - Special Issue on Rapid System Prototyping, foi General Chair e Program Chair do IEEE RSP (2007, 2008, 2011, 2012) e CBSEC (2011, 2012), e participa de vários comitês de programa de conferências e revistas de grande prestígio. Ele possui diversas publicações em prestigiadas conferências e revistas, capítulos de livro e é autor de livros. Seus tópicos de interesse são sistemas embarcados de tempo real, sistemas operacionais de tempo real e sistemas multiprocessador em um único chip (MPSoCs).


Título: Teste de Sistemas Embarcados
Autora: Érika Fernandes Cota

RESUMO: O objetivo deste mini-curso é apresentar um panorama de sistemas integrados de hardware e software, particularmente no que tange os aspectos de verificação. Serão abordados, inicialmente, alguns conceitos básicos de sistemas embarcados (aplicações, plataformas, processo de projeto) juntamente com os principais desafios do processo de verificação e validação destes sistemas. Será dado um foco, em particular, à forte integração entre os aspectos de hardware e software destes sistemas e como esta integração afeta a etapa de verificação. Por fim, algumas técnicas de verificação tanto do hardware quanto do software serão abordadas.

MINIBIOGRAFIA: Érika Cota concluiu o doutorado em Ciência da Computação pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul em 2003. Desde 2005 atua na UFRGS como Professor Adjunto nas áreas de qualidade de software e teste de sistemas integrados. Publicou 10 artigos em periódicos especializados e mais de 50 trabalhos em anais de eventos. Possui 2 capítulos de livros e 2 livros publicados. Tem experiência na área de teste e projeto visando o teste de sistemas integrados de hardware e redes intrachip e, mais recentemente, tem atuado também no projeto visando o teste de software embarcado.


Título: Arquiteturas Avançadas para Sistemas Embarcados.
Autor: Luigi Carro

RESUMO: Com a pressão por desempenho em sistemas embarcados, aliada a limitações da evolução das baterias, o projeto arquitetural tem de, ao mesmo tempo fornecer a performance de um desktop (ao menos), mas sem coibir a portabilidade. Este requisito discrepante exige cada vez mais criatividade dos projetistas. Neste curso serão abordadas as técnicas da academia e da indústria que visam resolver este problema agora e num futuro próximo.

MINIBIOGRAFIA: Luigi Carro nasceu em Porto Alegre, Brasil, em 1962. Graduou-se em Engenharia Elétrica e concluiu seu mestrado na Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Brasil, em 1985 e 1989, respectivamente. Trabalhou de 1989 a 1991 na ST-Microelectronics, Agrate, Itália, no grupo R&D. Em 1996 concluiu seu douturado na área de Ciência da Computação pela UFRGS. Atualmente, é professor titular do Departamento de Informática Aplicada do Instituto de Informática da UFRGS, encarregado dos cursos de Arquitetura e Organização de Computadores do nível de graduação. Carro também é membro do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Computação na UFRGS, onde é co-responsável pelos cursos de Sistemas Embarcados, Processamento Digital de Sinais e Projeto VLSI. Seus principais interesses incluem projeto, validação, automação e testes de sistemas embarcados, tolerância a falhas para tecnologias futuras e prototipagem rápida de sistemas. Ele orientou mais de 20 estudantes de pós-graduação e já publicou mais de 150 trabalhos técnicos nesses temas. Ele é autor do livro Projeto e Prototipação de Sistemas Digitais (2001) e é co-autor dos livros Fault-Tolerance Techniques for SRAM-Based FPGAs (2006-Springer), Dynamic Reconfigurable Architectures and Transparent optimization Techniques (2010-Springer) e Adaptive Systems (2012-Springer). Em 2007, ele recebeu o prêmio FAPERGS - Pesquisador do Ano em Ciência da Computação. Seu currículo mais atualizado está localizada em http://lattes.cnpq.br/8544491643812450. Para atualizações, por favor acesse www.inf.ufrgs.br/~carro


Título: Introdução à Modelagem Transacional de Sistemas em Silício
Autores: Ricardo Pezzuol Jacobi e Tiago Trindade da Silva

RESUMO: Este minicurso aborda conceitos, métodos e linguagem para modelagem de sistemas em silício em nível transacional. O nível transacional representa um sistema digital em diferentes níveis de abstração de sua realização física. Descreve um sistema integrado em termos de módulos de processamento interligados por canais de comunicação. Propõe uma separação explícita entre processamento e comunicação, de forma que estes podem ser modelados de forma independente, em maior ou menor grau de detalhamento. O termo “transacional” refere-se à granularidade da informação transmitida entre os processos. Uma transação é uma unidade de informação relacionada ao domínio do problema. Em um decodificador de vídeo, uma transação poderia envolver a transmissão de um frame completo, ou de um macrobloco. Em um decodificador de áudio, uma janela inteira com 1024 amostras. Ou ainda um pacote ethernet, etc. A linguagem adotada para descrições transacionais é o SystemC. Baseado em C++, SystemC define um conjunto de recursos e um núcleo de simulação que permite simular aspectos de hardware em alto nível de abstração. Paralelismo, temporização, sincronização, tipos de dados, canais e eventos, entre outros, são introduzidos para viabilizar a modelagem abstrata de sistemas integrados.

MINIBIOGRAFIAS:

RICARDO PEZZUOL JACOBI concluiu o doutorado em Ciências Aplicadas - Université Catholique de Louvain em 1993. Foi professor do Instituto de Informática da UFRGS no período de 1989 a 1998. Atualmente é professor associado do Departamento de Ciência da Computação da Universidade de Brasilia. É chair do Chapter IEEE CASS de Brasília. Suas áreas de atuação são Arquiteturas Reconfiguráveis, Modelagem de Sistemas em Silício, Arquiteturas de Sistemas Integrados.

TIAGO TRINDADE DA SILVA é graduado em Engenharia Eletrônica na Universidade de Passo Fundo, RS. Possui o título de mestre em Engenharia Elétrica pela Universidade de Brasília e atualmente é aluno regular de doutorado no programa de pós-graduação em Engenharia Elétrica da Universidade de Brasília. É bolsista de doutorado do CNPq e foi bolsista durante a graduação e mestrado. Tem experiência com programação em linguagem C/C++ desde 1996. Atualmente desenvolve modelos transacionais de processadores em SystemC e TLM 2.0. Atua como professor desde 2005 nas áreas de redes de computadores e eletrônica, foi professor substituto do departamento de Engenharia Elétrica da Universidade de Brasília. Desde 2010 é professor do Ensino Básico, Técnico e Tecnológico do Instituto Federal de Brasília, atuando como coordenador da área de eletromecânica desde 2011.